Follow falcon_dark on Twitter
Google

quarta-feira, março 02, 2005

PC Conectado adiado

Depois de dias em silêncio, graças à necessidade de manutenção em meu computador e a instalação de meu GNU em um HD de 7200 rpm agora, volto a atualizar o blog com freqüência.

Fiquei indignado com o atraso causado ao projeto PC Conectado do governo federal, que visa levar computadores de baixo custo com financiamentos de longo prazo para famílias carentes e micro empresas. O atrazo está ligado ao comportamento da Comissão de Ciência e Tecnologia da Câmara dos Deputados que recebeu pedido do deputado Júlio Semeghini (PSDB-SP) para que o governo inclua também uma versão do computador com Microsoft Windows.

O argumento do Sr. Semeghini é que todos devem ter o direito de escolher que sistema usar, assim deve haver uma alternativa do computador com MS Windows. Esse argumento não nasceu na cabeça do Sr. Semeghini, ele foi passado por profissionais da própria Microsoft em um jantar ao qual o deputado compareceu. E depois de discutirem sobre o assunto por alguns minutos o deputado concordou em ser o lobista da Microsoft junto à Câmara dos Deputados. Me pergunto quem teria pago o jantar....

Duas coisas devem ser salientadas aqui:
  1. O PSDB sempre manteve, desde que as discussões sobre software livre começaram, uma postura, como direi (?), Microsoft demais. Talvez por isso o governo do estado de São Paulo tenha fechado um acordo de replicação de técnicas de .NET para funcionários do sistema estadual de educação.
  2. O PC Conectado foi idealizado com software livre por dois motivos: (i) Reduzir os preços e (ii) Fortaceler a disseminação do software livre, esta segunda idéia é bem forte e clara em todos os setores do governo federal. Aqueles que desejarem usar Windows podem, ao receber em casa o computador, adquirir uma cópia do sistema da Microsoft e instalar sem problema algum. A liberdade está garantida. E já que o sistema livre é fornecido sem custo alguum, como uma espécie de brinde, não configura venda casada e não infrige a lei brasileira. Na verdade poderíamos dizer que o GNU/Linux está para o PC Conectado como o Internet Explorer está para o Windows. A Microsoft prova de seu próprio remédio nas mãos do governo federal e parece não gostar nem um pouco.
  3. A Microsoft obriga grandes fornecedores de PC, como a Dell e a Itautec a incluiruma cópia de Windows em cada máquina vendida, quer o usuário goste disso ou não. Essa é a razão pela qual vc não conseguia, até pouco tempo atrás, comprar uma máquina de grife sem sistema operacional ou com um sistema livre. A Microsoft obrigava os outros a venderem seus sistemas. Com o suporte de IBM e HP ao GNU/Linux esse quadro mudou, mas o contrato da Microsoft com a Dell, por exemplo, impede a montadora de PCs de vendê-los com outro sistema. Ao comprar um Dell sua única opção ao Windows XP é comprar o computador sem sistema algum. Um CD com o FreeDOS acompanha a máquina para o startup inicial de outro sistema.

Fica claro para mim que um sistema que custa, sozinho, R$ 500,00 não é adequado para um computador de baixo custo. A Microsoft defende-se sugerindo que iria embarcar uma versão do Windows chamada Windows Starter Edition, mais barata e básica para os computadores. Se esse Windows custar R$ 200,00 ainda vai ser caro, o salário mínimo do Brasil é R$ 270,00 aproximadamente. Duvido que uma família de baixa renda fosse querer gastar R$ 200,00 em um sistema que pode ser encontrado por R$ 10,00 em camelôs. Mas como o computador seria distribuído pelo governo, a conta seria paga do mesmo jeito e a Microsoft levaria o dinheiro.

Se fosse impossível piratear o Windows, sua presença no mercado seria bem menor e o GNU/Linux já estaria bem mais popularizado. As pessoas não sentiriam-se a vontade pagando tanto por um produto desta maneira. A tentativa da Microsoft de entrar pela porta dos fundos no projeto PC Conectado é, novamente, uma atitude repulsiva.

O governo deveria aceitar isso. Incluir o Windows como alternativa de sistema e cobrar integralmente o valor da licença do comprador do PC. Ficaria algo mais ou menos assim:
E deixe que as pessoas escolham o que elas querem comprar. Acabamos com a choradeira do Bebezão Gates e provamos a minha tese de que o Windows só domina 95% do mercado de SO para pcs porque é facilmente pirateável.

Follow falcon_dark on Twitter
Google
Comments: Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?